Back To Top

Soma Criação

Chip Burger: ação da Nextel provoca Tim

De forma divertida, operadora “responde” acusação da concorrente

“A Nextel está muito agressiva com as ofertas” foi o que disse o presidente da Tim, Pietro Lobriola, ao Valor Econômico, importante veículo de economia, finanças e negócios do país. Provavelmente, ele não tinha ideia de que essa frase iria ser a inspiração para a mais nova campanha de comunicação da Nextel.

Campanha

Um foodtruck foi instalado em frente à sede da Tim, em São Paulo. No menu, é possível optar por dois sanduíches idênticos, mas com valores diferentes, R$ 15,00 (a suposta “oferta agressiva”) e R$ 22,00. O intuito é mostrar aos consumidores que serviços iguais, supostamente, não deveriam ter preços distintos. A campanha está disponível em vídeo, spots de rádio, outdoors e blitz nas lojas da anunciante em São Paulo e Rio de Janeiro até 12 de outubro.

Comprometimento com o consumidor

“Ofertas Agressivas” conta com a participação de pessoas comuns, e as reações são as mais espontâneas possíveis. A campanha busca promover as vantagens da Nextel, que unem planos que vão de encontro com a necessidade dos consumidores e preço justo. Com bom-humor, a anunciante ressalta os benefícios de optar pelos seus serviços em comparação com os da concorrência que são, basicamente, os mesmos.  Pedro Arakawa, diretor executivo de marketing, vendas e satisfação do cliente reforça: “O direcionamento estratégico da Nextel é totalmente voltado para a satisfação do consumidor.”

De limões a limonada

Criada pela agência Tribal Worldwide São Paulo, a campanha é um sucesso! Ana Clara Rezende Sant’Ana, gerente de Comunicação da Nextel, defende “Não entramos em uma briga apenas por preço, mas sim para ser a melhor opção ao nosso cliente. O nosso objetivo é fazer as pessoas questionarem qual é a melhor oferta para elas e considerarem a Nextel, a operadora que oferece tudo o que elas precisam por um preço justo – e ainda a única a garantir preço fixo por 2 anos, para ter uma conta sem surpresas. Queremos que elas percebam que, o que a concorrência considera agressivo, pode ser a solução perfeita que cabe no bolso.”

 

 

Post a Comment