Back To Top

Soma Criação

Criatividade campanha Skol do Natal

[ish_image image=”3342″ size=”full”]

Sem pavê ou PaComê: é PaBeber

A campanha de Natal da Skol deu o que falar! Com o nome de “Skol PaBeber, a Puro Malte que não é só pavê”, a ação faz uma brincadeira com a tradicional piadinha dos tiozões da data festiva: “É PAVÊ OU PACOMÊ”?

PaComprar

A edição comemorativa e limitada está disponível apenas no e-commerce da marca, “Empório da Cerveja”. O Pack com 12 unidades de Skol PaBeber, tem 269 ml cada, e custa R$ 29,88, mais taxas de entrega.

Lucas Oliveira, gerente de marketing da empresa, afirma “SKOL quer tornar qualquer momento da vida das pessoas mais divertido. Com esse kit, deixamos o encontro de família mais animado e especial. Quem não gostaria de ganhar um presente desses?”.

Polêmicas

A Skol é responsável por uma série de campanhas criativas. Algumas, entretanto, causaram desagrado. Engajada, a marca se posicionou quanto às ações passadas, consideradas machistas. Há alguns anos atrás, a companhia criou o projeto “Repôster”, no qual seis ilustradoras reconstruíram anúncios antigos. Na ocasião, a diretora de marketing, Maria Fernanda de Albuquerque, explicou “não adiantava nada assumir que tínhamos uma visão incorreta em relação a representação da mulher se, novamente, restringíssemos a nós a responsabilidade de apresentar essa nova visão. Por isso, decidimos convidar essas mulheres para que elas pudessem fornecer uma interpretação própria de como querem se ver representadas. Toda vez que nos deparamos com peças antigas de SKOL, que mostram posicionamentos distantes do que temos hoje, surge uma vontade de redesenhá-las e reescrevê-las. Queremos cada vez mais dar voz a quem defende o respeito. Amplificando e aprofundando ações que conversem com o posicionamento da marca”.

Novos tempos

Desde então, a marca aposta em ações divertidas e autênticas. “Quem Viver Verão”, de 2018, procurou falar sobre as inovações da Skol e garantiu um futuro cheio de novidades. Em 2019, o “não lançamento” da Puro Malte deixou os consumidores confusos. Retratando as tão comuns “fake news” com uma dose de ironia, a campanha movimentou as redes sociais com a tag #NãoChegouPuroMalteSkol. Em menos de um ano, o produto feito com água, malte, lúpulo e levedura, agradou boa parte dos apaixonados por cerveja.

Post a Comment